segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Coração batendo forte dentro do peito, lembrando a sua dona que ainda está viva... Sua mente mostra histórias de amor, amizade, mistério, aventura, e as mais diversas epopeias humanas.

O conflito entre sua imaginação, a realidade e onírico se estendem para além das horas... ao relaxar sobre a cama sua mente romântica a leva à mais fantasiosa felicidade, uma sensação estranha de liberdade, adrenalina e felicidade tomam conta de sua alma.

Entre personagens e pessoas aprende o que pode. Mas há algo errado, pois sente-se mais livre deitada sobre sua cama macia do que em pé diante sua própria casa.

uma dor o coração esconde, covardemente se esconde do fogo que queima dentro de si. por que tantos medos???

crescer é um tanto doloroso... onde encontrar coragem para seguir em frente??? a quem pedir ajuda???

Dói viver assim, contra a maré... apesar de no fundo acreditar que é a melhor maneira de se viver...  numa dimensão ampla de que mesmo entre os dois lados da moeda, um meio exista e complemente tudo... mesmo enxergando a si mesma como destoante, tem fé de que a diferença completa a igualdade e forma algo maravilhoso...

O desejo de encontrar o cavalheiro das rosas negras nunca foi tão ardente neste coração... por onde será que ele anda???

Coração me diga como continuar vivendo... por favor....

sábado, 9 de novembro de 2013

Caminhando pelo passado e pelo presente, momentos se repetem... o ciclo da vida se revela neste recanto de sonhos, no qual os altos e baixos da vida reluzem, através de ideias... as palavras, a música e a imagem tecem este emaranhado de vida...

Este mundo sonhado, tem muitas facetas, acredita no amor e sofre por ele... é uma incompletude continua, que se aprimora aos poucos...

A jornada que se iniciou neste ano já teve altos, baixos, profundos e amenos... no agora busca-se a transformação, o renascimento da fênix.... grandes marcas exigem mudanças profundas... só que tudo tem um começo... é preciso dar o primeiro passo para que se consiga terminar a viagem.

É preciso caminhar para se chegar a um novo lugar...



...

O caminho das pedras é a minha escolha, por mais que doa, e o corpo queira desistir de caminhar, o coração comanda que se continue... vagarosamente, parto para o topo da montanha... renovando a fé de que vale a pena continuar sonhando....

....


O ano está acabando, e por aqui quase não passei, muitas palavras, sonhos e ideias foram engolidas pelo tempo, a ansiedade e o medo da perda...

Sentimentos, pensamentos, ações acumuladas, que machucam, ferem, pesam, e distorcem a visão de tudo....

gritos, lamurias, lágrimas, sorrisos, olhares, silêncios, enfim... um mundo a ser compartilhado, sufocado pela burocracia da vida cotidiana moderna...

o maior erro é passar pela vida sem viver...
se deixar morrer é tão triste, mas mesmo assim não consigo não errar assim....

a época da renovação está chegando...

e este é uma continuação do que nunca parou de acontecer...