sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Uma homenagem as minhas amizades

Amigos para toda Eternidade

Amigos...
São jóias raras,
Irmãos de coração,
Luz na escuridão.

Fazem parte da nossa história,
Da nossa felicidade, do nosso ser.

Caminhamos juntos
Pela estrada da vida,
Construindo realidades,
Conquistando sonhos.

Compartilhamos alegrias,
Tristezas, vitórias, derrotas.
Vivemos intensamente cada momento,
 Amadurecemos nossos pensamentos
E modificamos nosso destino.

Vidas a todo o momento
Chegam e partem.
Mas a lembrança que guardamos
No coração é eterna, e não se pode apaga – la
Da memória.

Amigos verdadeiros
São eternos.
Porque nada pode fazer esquecer
Pessoas tão especiais.

Eles mesmo distantes
Estão conosco, cuidando de nós.
Juntos vão ao infinito,
Encontraremos a felicidade,
Mudaremos o mundo
E realizaremos nossos sonhos.
Vivendo um amor verdadeiro
Que nos elevará a mais sublime felicidade.

A vida só tem sentido quando
Têm-se amigos
Com quem a compartilhamos.

Amigos são eternos!!!

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Aniversário da Sissa

Na última semana do ano, uma noite especial que ficará para sempre na lembrança... nesta terça-feira foi aniversário da minha melhor amiga. Saimos para dançar junto com os amigos dela.

A noite foi muito divertida... pois cada um de nós que estavamos compartilhando com ela sabe o quanto ela é uma pessoa especial e maravilhosa....

Nos divertimos como a muito tempo não faziamos...

Eu estava ansiosa pelo aniversário de minha amada amiga-irmã. Aquele brilho no olhar dela por ter um niver diferente não há dinheiro que pague.

A noite começou hilariante... tudo por causa de eu ter a cabeça na lua... esqueci meus documentos em casa, e tive que voltar para pegá-los... ai ai... eu e minha cabeça de vento... mas nada é por acaso...

Quando voltei demorei um pouco para encontra-la... mas depois que nos encontramos os amigos dela já estavam lá... um eu já conhecia, o outro conheci naquele momento, e junto comigo estava nosso amigo em comum...

Eu conversei com todos e descobri que são pessoas com histórias incríveis e que tem muito a proporcionar para minha querida amiga...

Ri muito, a alegria do momento foi contagiante... Conversei mais que dancei... mas cada dança foi maravilhosa...

Voltamos para casa de madrugada acompanhadas de nosso amigo em comum... Tive insights maravilhosos da minha vida...

Agora posso fechar esse ano com chave de ouro... consegui o que estava faltando...

Uma noite memorável entre amigos.... um dos melhores presentes de fim de ano que se pode viver...

Amiga-Irmã,

Obrigada por existir, e PARABÉNS pelo seu ANIVERSÁRIO!!!!!!!!!!!!!

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Um dia fechei os olhos e senti um sentimento diferente, tentei entender o que era mas não consegui...

Procurei em vários lugares, nada encontrei, porém o sentimento foi crescendo, ocupando espaço, tomando conta de tudo e nunca mais fui a mesma pessoa.

Quando eu era criança aprendi o que é o amor verdadeiro, dentro da fantasia e da religião... um sentimento nobre, forte, feliz, sincero, bom, especial, trancedendo todos os limites que existem... é o sentimento supremo da felicidade e existência.

Aprendi a amar a natureza e proteger o meio ambiente... conversando com as plantas e os bichinhos de estimação compreendi o sentido da amizade, lealdade, confiança e respeito...

Covivendo com as outras crianças conheci novos mundos... brinquei muito... fui muito feliz... o tempo foi passando e me distanciei das pessoas porque meu ritmo pessoal era mais devagar que o esperado.

Desde muito pequenina sou emotiva, sensível e imaginativa.

O amor conectava todo meu mundo infantil... assim encontrei nas artes o romantismo que me constitui hoje.

Crescer doeu muito, eu entendia que meus colegas se sentiam encomodados comigo por ser mais nova que eles e agir de uma maneira tão tímida... a partir desde momento descobri a "maldade" das pessoas, porém o amor em que eu acreditava não me deixava crer que esse mal realmente fosse natural como tentavam fazer-me acreditar.

No ápice da crise adolescente minha crença no amor adormeceu, e deixei-me levar pelo o que os outros queriam... Meus sentimentos calaram-se de tanta tristeza... Vivi como uma marionete, incosciente de mim mesma, teimando em não ouvir um grito silencioso que vinha da alma.

Então a arte, principalmente a música me salvou... meus sentimentos explodiram e voltei a sonhar de verdade. E me dediquei a ser eu mesma novamente. E foi nesse momento que começou a fase mais maravilhosa da minha vida... a experiência universitária.

Expandi meus horizontes e a criança que ainda vive em mim começou a se recuperar... passei a compreender mais a mim mesma... e finalmente tive a certeza de que o Amor é incondicional... e sublime...

Apaixonei-me, voltei as origens e comecei a batalha contra os monstros que construi no passado...

Tornei-me mãe solteira, perdi pessoas queridas, meus pais se separaram, me graduei...

Tudo muito intensamente, chorei, rir, senti raiva, solidão, angustia, medo, ... vivi como pude viver... Mais uma vez encontrei alicerce na arte e na espiritualidade... o universo cresceu e hoje caminho para uma nova página deste intrigante livro de vida.


O mar das lembranças e recordações inundaram meu ser diante a noite cizenta de uma noite de dezembro... entrei num momento mágico de contemplação e nostalgia... me vi criança sonhando em encontrar um castelo encantado com seus seres mágicos e maravilhosos... notei as histórias parelas que me uniram e separaram laços... amizades de momento, de temporada, de estação, de uma vida inteira...

Tantos sentimentos confusos, agora claros e compreensíveis... uma história de altos e baixos... esquecimento e descoberta...

Como a noite sem lua me senti inundada de mistérios, clariados pela luz da alegria.

Pessoas Importantes mostraram novos horizontes surpreendentes... estamos cultivando nossas histórias... renovando os laços, aprofundando sentimentos...

Estou surpresa com a beleza dos botões a florescer no entrelaçar da vida... amizades em florescência é tão lindo de se ver...


Uma alegria invade o coração, as esperanças se renovam... uma peça importante do jogo da vida foi movimentada... novas aventuras virão...

Algo mudou... isso me deixa ainda mais feliz...

Viva as boas novas que estão por vir...

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

(EUs)

Quando as nuvem dançam no céu, e você vê no horizonte laranjado o sol nascer e começar mais um espetáculo da vida algumas lágrimas podem molhar seu rosto, uma energia diferente invade seu ser... sua história passa a ser projetada em sua mente... você vê suas alegrias e dores, vitórias e fracassos, qualidades e defeitos... enxerga onde começaram seus traumas, medos... percebe como cada fato te vez ser o que hoje és...

Olhar para dentro pode doer um pouco... eu vi um lugar escuro onde sombras bruxuleantes voam o tempo todo... fazem rasantes e acrobacias... suas asas batem ritmadas, tornando o ambiente frio e um tanto assustador...

O corpo se arrepiou mergulhando na escuridão... já não sabia mais onde estava, foi quando encontrei uma cela de prisão, na qual uma criança dormia acorrentada ao chão... uma fraca luz emanava da criança... ao entrar na cela, para meu espanto, reconheci aquela criança como a menina que fui um dia... minha infância veio a tona... cada momento revelando suas conexões com o presente... e chorei...

Seu frágil corpo está coberto de hematomas, algumas feridas purulentas, cicatrizes tristes e o rosto marcado de lágrimas... Paralisei de medo por um momento, mas toquei sua testa estava ardendo em febre...

Tentei tirá-la de lá... mas as sombras voltaram e me levaram para outro lugar...

Tão escuro quanto a noite, mas pude enxergar algumas lápides ao meu redor... tremi de medo, então minhas pernas me levaram para a entrada de uma caverna... olhos rubros, escamas coloridas, e um brilho mórbido em sua grande boca de dentes afiados.... um grande dragão colorido dormia na caverna... pelo estado da caverna notava-se seu grande poder de destruição... um animal arisco e teimoso... meus traumas, medos e odios passaram pela minha mente e reconheci em cada túmulo uma vítima do meu dragão... sonhos, sentimentos, pensamentos... mortos por mim mesma...

O dragão acordou e me encarou nos olhos, senti o coração gelar... lançou uma grande labareda sobre mim mas as sombras apareceram novamente...

Agora me deixaram num camarim com muitas fantasias e máscaras... uma figura bizarra desfilava sobre uma passarela espelhada... minhas máscaras sociais apareceram... tentaram me convecer que eu já não era mais eu mesma... tinha aparencia de fada com asas e garras de demônios... iam me soterrar com suas máscaras quando novamente as sombras interviram... me entristeci ao lembrar de todas aquelas farças... nos momentos em que queria dizer sim e falava não só para agradar e aparentar simpatia aos outros, para tentar ser aceita num grupo ...

Em uma grande floresta entrei... mais uma vez meus pés me guiaram até uma pequena clareira no centro, na qual uma enorme árvore se encontrava... ela inspirava magia, sabedoria e divindade... A presença do Autor da existência inundava o ar e toda clareira... um livro velho branco com detalhes em azul veio ao meu colo... então recordei dos momentos mágicos que vivi...  de quando a conexão com a alma estava ligada... senti uma grande paz, porém as sombras vieram....

Parei diante de um grande espelho... e uma jovem semelhante a minha própria imagem aparece, entramos no espelho, mostrando os caminhos que ligavam os lugares visitados anteriormente... mostrou minha vida sem julgamentos, sem preconceitos...
Vi minha humanidade, compreendi melhor o que significa o tao junto com a relatividade do tempo e do espaço.

Saímos do espelho e as sombras me trouxeram de volta ao sol laranjado que agora se despedia no horizonte...

Eu e meus EUs caminhamos de volta para casa, com a esperança de dias melhores...


domingo, 11 de dezembro de 2011

Humanidade & Humano

O que é ser humano? O que significa Humanidade?

Segundo o dicionário quer dizer benevoência, compaixão, natureza humana. Ser Humano quer dizer amar seu semelhante, é buscar o bem da coletividade. É estar em harmonia com tudo, desde a menor parte de um átomo até a maior galáxia ou o infinito...

Será que somos HUMANOS? Será que temos agido como membros pertecentes a esta HUMANIDADE? Amamos nossos semelhantes? será que semelhante é só outra pessoa ou os animais, plantas e minerais também os são?

A natureza é nossa mãe, e o que estamos fazendo com nossa família?

Você compreende as fraquezas dos outros e suas próprias? Ou só sabe condenar?

Onde está a Humanidade deste planeta azul? Onde está o Humano?

O que você vê ao olhar para o lado? Há mais alguém?

Construímos ilhas em vez de pontes... somos sozinhos em meio a multidão... o vazio interior é uma epidemia mundial... a solidão corrói os sonhos e a alegria... corrói a própria alma...

Se a essencia é de puro amor, então porque tanta tristeza? Porque temos Medo da Felicidade. Porque nos apegamos a ilusões e falsas seguranças. Porque esquecemos quem nós somos. Porque temos medo de sofrer. Temos medo de não ser amados e acolhidos. Medo de ficar sozinho.

Esquecemos que existe um amor incondicional na essência da vida e da morte... e que tudo é possível se existir amor...



Seres Humanos acordem para a maravilha da vida, temos tudo que precisamos dentro de nós... o que precisamos fazer é entrar em sintonia com a sabedoria  essencial e nos harmonizarmos...

Eu amo, eu odeio, sinto raiva, alegria, tristeza, dor, medo, caridade, angústia, felicidade... sou humana, sou um ser unidual...
Aprendendo e lembrando que a vida é uma grande brincadeira, na qual não importa acertar ou errar... o importante é criar novas escolhas  e novas maneiras de ser feliz...

Se desejar, realizarás...

Eu desejo ser Humana...

domingo, 4 de dezembro de 2011

Vivemos tantos momentos dos mais diversos sentimentos - alegria, felicidade, tristeza, dor, perda, vitória - segundos, minutos, horas, dias, meses, anos... hoje o que ficou e ainda vive  são as emoções... e nesse passeio entre recordações e cotidiano percebemos como a vida muda e nós também....

Na escuridão da noite, ao som da música do ambiente, o filme da vida passa em flashs, e os sentimentos de hoje se misturam com as emoções do que já passou... As lágrimas molham o rosto...





O tempo passou, as pessoas passaram, a vida passou... só as lembranças ficaram... 

Amizades flutuantes se perderam... amores silenciados morreram... laços bonito foram esquecidos... dores guardadas, sorrisos contidos...

Hoje as páginas amareladas do livro de recordações sauda suas dívidas com o ontem para libertar o hoje do peso das coisas que não voltam mais...

Na circularidade da existência as lembranças permaneceram vivas, coexistindo com o presente... vivendo juntos em paz...